SEJA BEM VINDO!

Este é o Blog Oficial da IEADC Igreja Assembléia de Deus em Cidelândia/MA e foi desenvolvido com o objetivo de
deixar você bem informado sobre o que acontece em nossa Igreja local, Regional, Nacional e internacional e ainda sobre
outros temas interessantes. Ajude-nos a mante-lo atualizado. Faça sua crítica e sua sugestão enviando EMAIL para
iead.cid@hotmail.com.br

A Redação.



sábado, 8 de dezembro de 2012

Benny Hinn virá ao Brasil em 2013 para conferência do ministério Avivamento para as Nações


O pastor e evangelista Benny Hinn estará no Brasil no próximo mês de fevereiro, num evento que será realizado em Porto Alegre, com organização do Centro de Avivamento para as Nações (CAN).

Benny Hinn virá ao Brasil em 2013 para conferência do ministério Avivamento para as NaçõesO evento, que será realizado nos dias 08 e 09/02, tem inscrições limitadas e contará também com a presença dos apóstolos Silvio e Maria Ribeiro, líderes do CAN.

Benny Hinn é um escritor best-seller, autor dos livros “Bom-dia, Espírito Santo”, “Bem-Vindo, Espírito Santo” e “Senhor, eu preciso de um milagre”, entre outros.

É tido como um dos principais adeptos da teologia da prosperidade e da doutrina popularmente conhecida como “cai cai”, além de protagonista de polêmicos episódios e declarações.

Há pouco mais dois anos, Benny Hinn divorciou-se de sua esposa, Suzanne Hinn, por “diferenças irreconciliáveis”.

Este ano, o pastor divulgou durante uma de suas “Cruzadas de Milagres” que havia se reconciliado com sua esposa e que agendaria uma data para o novo casamento: “Já cheguei a acreditar que meu ministério vinha antes de minha família, mas agora percebo que eu estava errado. Deus vem primeiro, depois a família, e só então o ministério. O que eu não sabia era que o processo de ministrar em todo o mundo teria um custo muito maior no meu casamento que eu poderia imaginar”, declarou o pastor.

Nesse meio tempo, o pastor foi acusado e processado devido a um suposto envolvimento extraconjugal com uma amiga chamada Paula White. O processo foi impetrado pela editora com quem Benny Hinn mantinha contrato. A alegação da requerente era que o pastor teria quebrado uma cláusula de conduta moral.


Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário