SEJA BEM VINDO!

Este é o Blog Oficial da IEADC Igreja Assembléia de Deus em Cidelândia/MA e foi desenvolvido com o objetivo de
deixar você bem informado sobre o que acontece em nossa Igreja local, Regional, Nacional e internacional e ainda sobre
outros temas interessantes. Ajude-nos a mante-lo atualizado. Faça sua crítica e sua sugestão enviando EMAIL para
iead.cid@hotmail.com.br

A Redação.



terça-feira, 20 de março de 2012

Famoso ateu diz que vai abrir restaurante para servir santa ceia - Verdade Gospel - Faculdade Gospel


Objetivo seria reunir pessoas estranhas e estimular novas amizades
O conhecido filósofo ateu Alain de Botton deu uma entrevista à rede Australian Broadcasting Corporation onde falou sobre suas ideias, nem sempre aceitas pela comunidade ateísta mundial.
Ele reconhece que as práticas religiosas podem servir e beneficiar a sociedade como um todo.
Botton recentemente teve um atrito com Richard Dawkins por causa de seus planos de construir um templo ateu em Londres.
Agora ele sugere que vai abrir um espaço público para alimentação baseado no princípio bíblico da chamada “Santa Ceia”.
Em seu livro mais recente, A religião para os ateus, o autor suíço defende que os locais de contemplação e de comunidade, como templos, são um dos muitos aspectos positivos da religião que mesmo as pessoas sem religião necessitam em suas vidas diárias.
Ele acredita que o aspecto comunitário em que estranhos se juntam para comer, é uma ideia fascinante e isso o inspirou a construir um novo modelo de restaurante modelado.
Antigamente, diz Botton, o culto (ou missa) cristão era um lugar onde estranhos se reuniram para partilhar uma refeição.
Na igreja primitiva, isso era chamado de festas de ágape (termo grego para amor).
Nas cidades modernas, há uma série de locais para comer bem, mas existe uma falta quase universal de locais que nos ajudem a transformar estranhos em amigos”, explicou.
Esse novo tipo de restaurante seria um bom lugar para reunir os vizinhos de diferentes origens e incentivá-los aceitarem melhor uns aos outros.
Para o filósofo, compartilhar experiências pessoais enquanto comem juntos traz uma abertura para nossas vidas diárias… capaz de nos ajudar a construir um sentido mais amplo de solidariedade e amizade”.
“Mas isso normalmente só acontece depois de algumas garrafas de vinho”, diz ele. ”É quando as pessoas começam a dizer: “Está tudo uma m… meu casamento é terrível… odeio o meu trabalho… não agüento os meus pais…” ou coisas parecidas.
Porém, na Grã-Bretanha para isso acontecer “normalmente é preciso 15 garrafas de vinho ou mais.
Em grandes cidades como Londres… há pessoas reunidas em bares, restaurantes, concertos e palestras. No entanto, você pode participar de todas essas experiências sociais e nunca dizer ‘Olá’ a alguém diferente.
Uma das coisas que todas as religiões fazem é reunir grupos de estranhos em um certo espaço e dizer que devem falar uns com os outros”, acrescentou.
Embora ainda não tenha definido as datas em que espera edificar o templo ateu ou esse restaurante, de Botton deixou claro que a sociedade secular precisa continuar aproveitando o que a religião tem de bom.
“Eu acho que as religiões são úteis, complexas e inteligentes demais para serem simplesmente abandonadas. Eles servem para todos nós, especialmente os não crentes”, finaliza.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário